Acesso ao Ensino Superior – 2018 – 1ª Fase – Colocações

Arquivado em Educação e Ensino | 0

acesso-ensino-superior

 

Dos mais de 49 mil candidatos (49.362 alunos) na 1ª fase de Acesso ao Ensino Superior 2018 conseguiram entrada no Ensino Superior aproximadamente 89,1% dos alunos (43.992 alunos). Destes, cerca de 55% conseguiram entrada logo na 1ª opção (ver tabela seguinte). Recorde-se que em 2017, dos 52.434 candidatos conseguiram colocação na 1ª fase 85,7% dos candidatos (44.914 alunos).

 

Opção Colocados Percentagem
24.063 54,7%
9.694 22,0%
5.042 11,8%
2.672 6,1%
1.635 3,7%
886 2,0%

 

Este ano, o curso com a média mais elevada foi a Engenharia Civil (em inglês), da Universidade da Madeira, que só teve um único aluno a concorrer (com uma média de 189,4 valores), o que acabou por ser o primeiro da tabela dos cursos com a nota do último colocado mais alta. Por esse motivo, consideramos o curso com média mais elevada a Engenharia Física Tecnológica da Universidade de Lisboa com uma média de 189,0 valores. Logo de seguida surge a Engenharia Aeroespacial (188,5 valores) da mesma universidade e a Engenharia e Gestão Industrial (184,3 valores) da Universidade do Porto (ver tabela seguinte).

 

Pela primeira vez, no top 5 não surge nenhum curso de Medicina (a melhor posição foi o curso do ICBAS – Porto que ocupou o 6º lugar), muito embora no top 15 se encontrem cinco cursos de Medicina, sendo o mais representativo neste top 15. Caso pretendem aceder à informação relativa à média de ingresso do último candidato para todos os cursos, poderão efectuar o download deste documento em pdf.

 

Universidade – Faculdade Curso Nota do Último Classificado 2018
(Universidade da Madeira {apenas 1 candidato}) (Engenharia Civil {ensino em inglês}) (189,4)
1. Universidade de Lisboa – Instituto Superior Técnico Engenharia Física Tecnológica 189,0
2. Universidade de Lisboa – Instituto Superior Técnico Engenharia Aeroespacial 188,5
3. Universidade do Porto – Faculdade de Engenharia Engenharia e Gestão Industrial 184,3
4. Universidade de Lisboa – Instituto Superior Técnico Matemática Aplicada e Computação 183,5
5. Universidade do Porto – Faculdade de Engenharia Bioengenharia 183,0
6. Universidade do Porto – ICBAS Medicina 182,2
7. Universidade do Porto – Faculdade de Medicina Medicina 181,0
8. Universidade de Lisboa – Instituto Superior Técnico Engenharia Biomédica 181,0
9. Universidade do Minho Medicina 180,5
10. Universidade do Porto – Faculdade de Letras Línguas e Relações Internacionais 180,0
11. Universidade de Lisboa – Instituto Superior de Economia e Gestão Matemática Aplicada à Economia e à Gestão 178,5
12. Universidade do Porto – Faculdade de Engenharia Engenharia Informática e Computação 177,8
13. Universidade de Coimbra – Faculdade de Medicina Medicina 177,7
14. Universidade Nova de Lisboa – Faculdade de Ciências Médicas Medicina 177,2
15. Universidade do Minho Engenharia e Gestão Industrial 177,0