Instalações elétricas: O certificado de eficiência energética. O que é?

Arquivado em Diversos, Sociedade

 

Sabia que a sua instalação elétrica de casa tem de ser inspecionada e certificada por uma entidade competente? E que se não cumprir com este procedimento implica a o pagamento de multas até 3740€, para singulares, e de 44890€ para empresas?

 

Após a compra de uma casa, normalmente é aconselhável confirmar se existe certificação das instalações elétricas e que tipo de certificação tem. Este documento informa o proprietário sobre o desempenho energético que existe nesse local, relacionado com a redução dos gastos da eletricidade.

 

O desempenho energético, isto é, a eficácia da energia, é avaliado através de uma escala que começa em A+ (muito eficiente) ate ao F (pouco eficiente). Entre as duas, a escala fica completa com os diferentes níveis: A, B, B-, C, D e E. A maioria das casas, segundo consta, apresente a classe C, e uma percentagem bem mais reduzida apresenta o A+. O documento apresenta ainda informações que permitem poupar eletricidade e ainda informações relativas à climatização e águas quentes sanitárias.

 

O nível do certificado energético

Após vistoria, será necessário atribuir o nível ou a classe energética que esse local tem de receber. Tal atribuição dependerá de alguns fatores, nomeadamente, o ano de construção e ainda o tipo de imóvel, a sua localização e o tamanho da área.

 

Quem passa o certificado? Quanto custa a certificação energética?

A ADENE, agencia para a energia, é a empresa certificadora, e a quem se deve solicitar este documento. No site, a empresa coloca à disposição uma lista dos técnicos disponíveis, podendo obter o melhor orçamento melhor ajustado a si. Se dispõe do seu serviço de dados móveis, pode aceder à página da empresa em www.adene.pt.

 

Após a visita ao local a ser avaliado, o técnico enviará informações ao Sistema Nacional de Certificação Energética e da Qualidade do Ar.

 

O preço irá oscilar em função do tipo da habitação, ou seja, entre 28€ para um T0/T1 e os 65€ para um T6 ou mais. Relativamente aos edifícios de comércio e serviços, os valores irão oscilar com base na àrea do espaço, ou seja, entre 135€ (até 250 m2) e os 950€ (superior a 5000 m2).

 

O meu local já tem certificação. O que devo fazer?

Ao confirmar que a sua casa já teve uma certificação recente, à partida não tem de realizar outra. No entanto, consulte com a agência para a energia, para questionar sobre os procedimentos a ter em conta nesta fase.

No entanto, existem três condições para tal: O prazo do certificado não poderá ter mais de 10 anos; As medidas aplicadas devem conduzir à melhoria da classe energética; e ainda ter uma classe mínima “B”.

 

Para solicitar uma certificação energética deve apresentar os seguintes documentos:

  1. Cópias da planta do local, 
  2. Caderneta predial urbana, 
  3. Certidão de registo na conservatória 
  4. Ficha técnica do espaço.